segunda-feira, 24 de julho de 2017

"A sede da Longaberger é uma réplica da cesta que a empresa vende, ampliada 160 vezes e foi idealizada pelo próprio Dave em 1973."



No dia 4 de Dezembro de 2012, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :



"Dave nasceu numa família numerosa nos Estados Unidos. Sofria de epilepsia e era gago. Começou por trabalhar como repositor de stocks num supermercado. Mais tarde tornou-se vendedor e dono de uma mercearia local. 

No ano de 1973 Dave decidiu resgatar o negócio do seu pai, que era artesão e fabricava cestos de vime. Mas, nos primeiros anos as vendas eram muito baixas e teve que reinventar o seu negócio. Ele percebeu que a maneira eficiente para o negócio crescer era ter muitas mais pessoas para fazer as cestas e muito mais para vendê-las. 

Quando Dave morreu em 1999, a Longaberger contava com 7.000 pessoas, incluindo 1500 tecelões e mais de 47 000 vendedores, e um volume de negócios de 700 milhões de dólares por ano. 

A sede da Longaberger é uma réplica da cesta que a empresa vende, ampliada 160 vezes e foi idealizada pelo próprio Dave em 1973.

Fonte: The New York Times

Abraços saudáveis

sexta-feira, 21 de julho de 2017

"Sabia que a música “Let it Be” foi escrita depois de um sonho que Paul McCartney teve com a sua mãe, 10 anos após sua morte? O sonho com Mary McCartney, que morreu vítima de cancro, foi tão marcante para Paul que ele decidiu escrever esta canção."


No dia 16 de Junho de 2014, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :



Na imagem, Paul McCartney, a sua mãe Mary McCartney e o seu irmão Mike McCartney.
Sabia que a música “Let it Be” foi escrita depois de um sonho que Paul McCartney teve com a sua mãe, 10 anos após sua morte? O sonho com Mary McCartney, que morreu vítima de cancro, foi tão marcante para Paul que ele decidiu escrever esta canção.
Fonte: Imagens Históricas
Abraços saudáveis

quinta-feira, 20 de julho de 2017

"(...) Os frascos acabaram e David desanimou. Cansado, sem dinheiro, pensou em abandonar tudo e voltar para casa dos pais. Quando caminhava pensativo pela rua, uma senhora o interceptou: - Moço, você ainda tem aquele perfume maravilhoso? Meu marido adorou. Eu queria comprar dois frascos. Foi assim que David McConnell criou a Avon. Em pouco tempo, 5 mil mulheres percorriam os Estados Unidos vendendo os itens da marca."


No dia 26 de Dezembro de 2011, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :


A história de um vendedor, que a partir de um problema, criou uma empresa que muitos de nós conhecemos:
 
"Com apenas 16 anos de idade, David tentava ganhar a vida em Nova Iorque longe da casa dos pais, vendendo enciclopédias de porta em porta. As donas de casa mal o viam com livros, diziam que não estavam interessadas (estávamos no final do séc. XIX, muitos desempregados e o dinheiro andava curto).
 
Um dia, lamentando-se com um farmacêutico, este respondeu-lhe que as mulheres só pensam em ficar mas bonitas e atraentes. Foi assim que o farmacêutico misturou diversos ingredientes, até chegar a uma fragrância que ambos julgaram agradável. David comprou diversos pequenos frascos e logo que a 1a mulher abriu a porta, ele ofereceu-lhe uma amostra de um delicioso perfume. - Perfume? - quis saber a mulher interessada. Acabou por ficar com ele, mas não comprou nada. O mesmo aconteceu em outras casas. As mulheres só queriam o perfume.
 
Os frascos acabaram e David desanimou. Cansado, sem dinheiro, pensou em abandonar tudo e voltar para casa dos pais. Quando caminhava pensativo pela rua, uma senhora o interceptou: - Moço, você ainda tem aquele perfume maravilhoso? Meu marido adorou. Eu queria comprar dois frascos. Foi assim que David McConnell criou a Avon. Em pouco tempo, 5 mil mulheres percorriam os Estados Unidos vendendo os itens da marca." Fonte: Carlos Domingos

Abraços saudáveis