sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Uma história contada de uma forma simpática sobre alguém que todos nós conhecemos!



No dia 26 de Junho de 2012, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :

Uma história contada de uma forma simpática sobre alguém que todos nós conhecemos!
Abraços saudáveis

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

"As histórias tem um poder de conectar pessoas a um nível emocional, porque elas colocam o ouvinte (consumidor ou colaborador, não importa) num universo próprio, em que a pessoa acaba fazendo parte da história."

No dia 12 de Julho de 2011, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :


"Comunicar é contar histórias. O grande diferencial é a forma como isso é feito. O que você acha que falta em algumas empresas em relação a uma comunicação mais efectiva, tanto com o público interno quando com o externo?
Falta “humanizar” as relações dentro (e fora) das empresas?

Acho que humanizar é parte da resposta. Uma história bem escrita vai muito além de humanizar certos valores corporativos (transportando-os em determinados personagens). As histórias tem um poder de conectar pessoas a um nível emocional,porque elas colocam o ouvinte (consumidor ou colaborador, não importa) num universo próprio, no qual a pessoa acaba fazendo parte da história. A maneira como a trama é construída, os pontos de virada e as oscilações de uma boa história são fundamentais para essa conexão. As pessoas tendem a acreditar que contar histórias é uma coisa simples do quotidiano.

Na verdade, as melhores histórias são aquelas que nos parecem simples, mas, ao serem analisadas tecnicamente, são bastante complexas."

(Resposta de Marcelo Douek a Lydia Cintra)

Abraços saudáveis

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Em cada dez, quantos saem do "curso" devidamente preparados para a vida real?


No dia 30 de Julho de 2013, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :

Sob o olhar atento de uma enfermeira da Cruz Vermelha Americana, estes pais de “1ª viagem”, aprendem o que fazer e o que não fazer, sobre a troca de fraldas de um bebé, Nov. 1947, Brooklyn, Nova Iorque. 

Imagem: Robert Wands/AP Images

Abraços saudáveis

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Uma das cenas mais famosas do filme "E Tudo o Vento Levou" foi reproduzida numa plantação de arroz no Japão"


No dia 23 de Julho de 2015, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :

Uma das cenas mais famosas do filme "E Tudo o Vento Levou" foi reproduzida numa plantação de arroz no Japão.
Este tipo de arte é uma tradição anual na vila de Inakadake. Os moradores criam as imagens gigantes para estimular o turismo na região.

Abraços saudáveis

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

"Primeira edição do primeiro livro português de cozinha, da autoria de Domingos Rodrigues. Lisboa,1680."



No dia 10 de Agosto de 2015, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :

"Primeira edição do primeiro livro português de cozinha, da autoria de Domingos Rodrigues. Lisboa,1680."

Fonte: Livraria Campos Trindade

Abraços saudáveis

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

"Blyton nasceu em Londres e ao longo dos quarenta anos da sua carreira, publicou cerca de 700 livros e estabeleceu-se na história da literatura, como uma das mais conhecidas e bem sucedidas escritoras. Noddy, Os Cinco, Os Sete, a colecção Aventura, a colecção Mistério, As Gémeas, As Quatro Torres, muitos dos seus livros traduzidos para diversas línguas, fazendo dela uma das autoras mais traduzidas do mundo."


No dia 11 de Julho de 2013, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :

Na imagem, a escritora Enid Blyton com as filhas e a sua máquina de escrever ao colo. Dizem que era assim que ela escrevia cerca de 10.000 palavras por dia.

Blyton nasceu em Londres e ao longo dos quarenta anos da sua carreira publicou cerca de 700 livros e estabeleceu-se na história da literatura como uma das mais conhecidas e bem sucedidas escritoras. 

Noddy, Os Cinco, Os Sete, a colecção Aventura, a colecção Mistério, As Gémeas, As Quatro Torres, muitos dos seus livros traduzidos para diversas línguas, fazendo dela uma das autoras mais traduzidas do mundo. 

Em 1950 Blyton foi atacada pela crítica devido ao vocabulário limitado dos seus livros e críticas de sexismo e racismo tendo sido lançados, inclusive, rumores de que Blyton não era autora de todos os seus livros. Sobre esta questão, a escritora inglesa levou a tribunal uma editora sul-africana e ganhou a causa. 

Morreu a 28 de Novembro de 1968, numa casa de repouso, para onde a doença de Alzheimer a arrastara nos últimos meses da sua vida.
Photograph: George Konig/Getty Images

Abraços saudáveis

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

"Sobre o storytelling, Neivia conta que a GE, quando o mundo foi assolado pela crise económico-financeira em 2008, teve a ideia de buscar amparo nas histórias."



No dia 29 de Julho de 2011, publicámos no Facebook, no mural do Projeto Memória :

Neivia Justa, Gerente de Comunicação Externa da GE, deu um depoimento à edição online da Revista Época Negócios, sobre como a empresa descobriu e utiliza o storytelling (...).

"Com um diversificado portfólio de produtos e serviços, a GE atende indústrias e clientes no mundo todo. As unidades de negócios possuem uma característica em comum: o uso da imaginação para tornar melhor a vida de clientes e consumidores ao redor do mundo. Afinal, trata-se de uma empresa global diversificada de infraestrutura, finanças e mídia - da já famosa lâmpada a células de combustível, energia, água, transporte, saúde, serviços financeiros até entretenimento, em atuação há mais de 130 anos.

Em 1919, a GE começou construindo no Brasil usinas para a conversão de energia hidráulica em eletricidade. Além disso, a companhia instalou, naquele mesmo ano, a primeira fábrica de lâmpadas do país, construída na cidade do Rio de Janeiro, e foi responsável pela iluminação dos mais famosos pontos turísticos da capital carioca, como o Cristo Redentor, o Estádio do Maracanã e a Lagoa Rodrigo de Freitas. Em 2010, a GE Healthcare abrirá sua primeira unidade de produção em solo brasileiro para fabricar equipamentos de diagnósticos destinados ao uso em hospitais e clínicas brasileiras.

Sobre o storytelling, Neivia conta que a GE, quando o mundo foi assolado pela crise económico-financeira em 2008, teve a ideia de buscar amparo nas histórias. Os comunicadores foram incumbidos de buscar 100 relatos em 30 dias. Mas o recurso retórico também é empregado num boletim semanal interno onde todas as unidades em 100 países recebem as histórias da semana e em outros canais semelhantes. As histórias brasileiras têm sido agrupadas num blog, o único mundial com postagem diária, e têm mostrado eficiência quanto à sensação de pertencimento e orgulho. Saiba mais sobre este trabalho no vídeo acima que tem 4min34s."
Fonte: Aberje

Abraços saudáveis