sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Dr. Bayard - uma história portuguesa, deliciosa, que nos alívia quando precisamos e que, acredito eu, muitos não conhecem!


Publiquei ontem no Facebook, no mural do Projeto Memória :
Uma história portuguesa, deliciosa, que nos alívia quando precisamos e que, acredito eu, muitos não conhecem!
O Dr. Bayard era um francês refugiado em Portugal, no inicio da II Guerra Mundial, e um dia ao entrar numa mercearia na baixa lisboeta, conheceu o jovem Álvaro Matias, que trabalhava como vendedor durante o dia e à noite vendia doces em ca...fés e bares das salas de espectáculos de Lisboa. O jovem vendeu-lhe mais presunto do que era permitido, por causa do racionamento, dando início a uma relação de amizade. Acabou por servir de guia ao Dr. Bayard e sua família pelos pontos turísticos de Lisboa e interessou-se em aprender a língua francesa. Quando o Dr. Bayard resolveu voltar para França, como forma de agradecimento, ofereceu-lhe uma receita de uns rebuçados que eram um “alívio rápido da tosse e constipações”. Álvaro tentou fabrica-los com a ajuda de um amigo que trabalhava na Pastelaria Belém, mas o resultado foi desastroso. Não desistiu, e hoje, a fábrica produz quatro toneladas de rebuçados por dia, mantendo o segredo da receita, composta de açúcar, glucose e mel dissolvidos num chá de plantas medicinais, tão deliciosos como a história que lhes deu origem...
Abraços saudáveis

Nenhum comentário: