terça-feira, 30 de outubro de 2012

Elizabeth Blackwell a primeira mulher do mundo a se formar em Medicina



Publiquei no Facebook, no mural do Projeto Memória :

"Elizabeth Blackwell a primeira mulher do mundo a se formar em Medicina

Elizabeth Blackwell nasceu em 1821 numa Inglaterra escravocrata e patriarcal. Ainda criança, emigrou com sua família para os Estados Unidos e logo após a morte do 
pai, assumiu com as irmãs o sustento da família através da criação de uma escola para educação de moças. Aos 26 anos decidiu estudar medicina, não por vocação ou amor à medicina, mas por achar que a medicina lhe favoreceria uma vida independente e um sustento próprio. Todavia, apesar da sua vontade, havia ainda alguns impedimentos para que entrasse numa faculdade de medicina: onde estudar? Como pagar os estudos? Qual faculdade lhe aceitaria? Elizabeth começou, então, sua empreitada para ser aceita em uma faculdade de medicina: foi negada em todas! Alguns diziam para tentar estudar em Paris, onde o ensino era mais liberal, outros aconselharam-na a se disfarçar de homem. Finalmente, em 1847, acabou entrando no Geneva Medical College, mas quase que por acidente: sem saber como tomar a decisão, os professores da escola fizeram uma votação entre os 150 alunos homens. Se algum votasse contra, ela não seria aceita. Como os alunos acharam que a história era uma piada, votaram em unanimidade para aceitar a colega mulher. Finalmente, em 1849, Elizabeth Blackwell se tornou a primeira mulher do mundo a se formar em Medicina! Elizabeth teve grande atuação na educação em saúde: foi pioneira no treinamento de enfermeiras e ajudou a fundar faculdades de medicina para mulheres nos EUA e na Inglaterra.” by Anna Carolina Batista Danta



Abraços saudáveis

Um comentário:

Luís Coelho disse...

Precisamos de muitas mulheres com esta fibra humana e determinada.
As guerreiras continuam a marcar a diferença na construção da família e da nova sociedade.