sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Conhece a história da Homeboy, a empresa na qual todos os funcionários são ex-presidiários e movimenta US$ 14 milhões por ano?



Publiquei no Facebook, no mural do Projeto Memória :


Conhece a história da Homeboy, a empresa na qual todos os funcionários são ex-presidiários e movimenta US$ 14 milhões por ano? 

"A Homeboy Industries é apenas mais uma empresa de sucesso, exceto por uma diferença: todos os seus funcionários, do estagiário ao presidente, são ex-presidiários. Tudo começou por volta de 1992 com o padre Gregory Boyle, que queria ajudar ex-presidiários a retomarem suas vidas. Mas, como não conseguia convencer ninguém a empregá-los, resolveu abrir o próprio negócio, que começou como uma simples padaria. Hoje em dia a empresa actua em diversas áreas e tem 300 empregados.

A empresa é chefiada por Bruce Karatz, ex-presidente de uma construtora - e condenado por fraude financeira nos EUA. Ele foi o responsável por uma grande expansão da empresa, que hoje tem um restaurante, uma gráfica, uma clínica de remoção de tatuagens e a própria marca de alimentos, cujas embalagens vêm com o slogan "empregos, não cadeia". 

A Homeboy também se transformou em ponto turístico para pessoas do mundo inteiro - inclusive algumas que manifestaram interesse em tentar reproduzir a experiência em seus países.” Fontes: Fast Company e Superinteressante

Abraços saudáveis

Um comentário:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Existem pessoas que aprenderam a viver com as dificuldades e a procurar superá-las.

Parabéns aos promotores desta iniciativa.