terça-feira, 26 de março de 2013

Bem que podia ter sido um português a partir da Nazaré!!!



Publiquei no Facebook, no mural do Projeto Memória :


E assim surgiu a GoPro

As histórias normalmente começam por causa de conflitos, desejos, necessidades... Depois de uma temporada na Austrália e Indonésia e nenhuma boa foto para contar história, o surfista Nick Woodman decidiu investir em câmeras que pudessem ser usadas pelos surfistas, acopladas no corpo ou prancha, para a captura de imagens especiais “porque os fotógrafos normalmente não chegam onde os surfistas estão”.

Para financiar a ideia, Nick comprou 600 cintos feitos de conchas do mar a 1,90 dólar, em Bali, para revnedê-los na Califórnia por 60 dólares cada um. Com o valor arrecadado, mais um empréstimo de 35.000 dólares conseguido com a mãe, começou a investir no seu novo e promissor negócio: o GoPro, a câmera para desportistas e aventureiros. Durante dois anos, Woodman vendeu os equipamentos a amigos adeptos da prática de desportos radicais. No entanto, a primeira grande encomenda só aconteceu em 2004, quando conseguiu vender 100 equipamentos para uma feira de desporto de acção no Japão

O ano passado, Woodman vendeu 8,88% de participação da GoPro à Foxconn. Segundo cálculos da Forbes, somente com essa participação ele já teria uma fortuna de, no mínimo, 1,15 mil milhões de dólares. Montante suficiente para que o surfista esteja entre os homens mais ricos do mundo. 

Fonte: Daniela Barbosa

Abraços saudáveis

Nenhum comentário: