terça-feira, 8 de janeiro de 2013

O primeiro instituto de beleza do mundo surgiu em Melbourne, Austrália, em 1902. A ideia foi da imigrante polonesa Chaja Rubinstein, que mais tarde adotaria o nome Helena Rubinstein.



Publiquei no Facebook, no mural do Projeto Memória :


O primeiro instituto de beleza do mundo surgiu em Melbourne, Austrália, em 1902. A ideia foi da imigrante polonesa Chaja Rubinstein, que mais tarde adotaria o nome Helena Rubinstein.

A história começou no dia 25 de dezembro de 1871, na Polônia, quando nasceu Chaja Rubinstein. Motivada por uma incrível determinação, ela parte aos 18 anos de idade para a Austrália com o objetivo de trabalhar na casa de um boticário. Lá, a jovem polonesa, através de muitas pesquisas, cria e desenvolve fórmulas inovadoras, passando à vendê-las por correspondência, até que um dia resolve produzir um creme de tratamento facial com base numa receita, até então guardada a sete chaves, de um húngaro amigo de sua família, especialista em cosméticos. O produto teve um enorme sucesso e lhe abriu as portas para uma nova vida.

Foi Helena quem abriu o primeiro instituto de beleza do mundo na cidade australiana de Melbourne, em 1902. Foi um sucesso imediato. Novos salões foram abertos em Londres, Paris e Nova York. Em 1917, a empresária começou a produzir em larga escala cosméticos e maquiagem. Naturalizou-se americana e tornou-se uma das mulheres mais ricas do mundo, ganhando o apelido de “Imperatriz da Beleza”. 
À frente de seu tempo, Helena Rubinstein foi uma grande pioneira na indústria da beleza, ao distribuir seus produtos em lojas de departamento e a criar a profissão de consultora. Foi no período da Grande Depressão Americana que ela inaugurou salões e lojas em doze grandes cidades americanas. Morreu em 1965, mas sua marca vive até hoje. Pertence à francesa L’Oréal e está presente em 120 países. 

Fontes: Mundo da Marcas e Embalagem

Abraços saudáveis

Nenhum comentário: