sexta-feira, 12 de abril de 2013

"Sabia que ainda hoje, o Japão alimenta a memória da chegada dos portugueses? Na ilha de Tanegashima, há um museu dedicado a Espingarda e todos os anos é realizado um festival comemorativo da chegada dos portugueses: o “Festival da Espingarda”"



Publiquei no Facebook, no mural do Projeto Memória :


Há mais de 400 anos os portugueses Francisco Zeimoto, António Peixoto e António Mota navegavam rumo à China quando foram apanhados por uma forte tempestade que os afastou da sua rota. Passada a tempestade, avistaram terra, e quando se aproximaram, viram que os homens eram parecidos com os chineses - somente mais tarde descobririam que estavam numa ilha no Japão e não na China!

Como era costume, os portugueses mostraram alguns objectos que traziam consigo, entre elas a espingarda – que causou muita curiosidade entre a população. Os japoneses acabaram por perceber o seu funcionamento e copiá-la.

Sabia que ainda hoje o Japão alimenta a memória da chegada dos portugueses? Na ilha de Tanegashima há um museu dedicado à Espingarda e todos os anos é realizado um festival comemorativo da chegada dos portugueses: o “Festival da Espingarda”

Abraços saudáveis

Um comentário:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Será bom ir recordando estes feitos heróicos dos nossos antepassados.
Devemos vê-los como viagens de conhecimento e aproximação dos povos e não como piratas ou conquistadores.