domingo, 9 de setembro de 2007

Está esperando que os governos estaduais ou federal, enviem dinheiro para a sua cidade?


Esta semana assisti á palestra “O equilíbrio mente-corpo uma abordagem tibetana da saúde com o Dr. Pema Dorjee (Conselheiro do Departamento de Pesquisa do Tibetan Medical Institute – Dharamsala (Índia)”, onde ele afirmou que para termos uma vida longa e saudável precisamos de:

a) pensar antes de falar
b) pensar antes de comer (dos 140 minutos da palestra, 80 minutos foi sobre a importância de sabermos nos alimentar)
c) pensar antes de agir
d) pensar antes de decidir

A inglesa Josephine Green, diretora de um dos mais avançados centro mundiais de pesquisa em design (o Philips Design, da fabricante holandesa de eletroeletrônicos) respondeu o seguinte, ao jornalista Gilson Schwartz (reportagem publicada na Revista Época NEGÓCIOS) :

“O século 21 já não enfrenta apenas o desafio de curar doenças, mas sobretudo a necessidade de lidar com males crônicos que resultam do comportamento ou de estilos de vida, como Parkinson, obesidade e diabetes. Significa que uma pessoa pode ficar doente por 20 ou 30 anos.”

Segundo a jornalista Daniela Tófoli em artigo publicado na Folha de São Paulo de hoje, que trás vários artigos sobre a questão sedentarismo – maus hábitos alimentares, a Finlândia conseguiu reduzir em 63%, a ocorrência de doenças cardiovasculares no país entre 1982 e 1997, ao “dar prêmios para quem passasse 30 dias sem fumar, obrigar os fazendeiros a produzir leite com pouca gordura, enviar mais verbas para as cidades que reduzissem o nível de colesterol de seus habitantes e estimular competições esportivas.”, entre outras medidas.
"Não era instrução que as pessoas precisavam, era motivação", afirmou Pekka Puska, diretor do Instituto Nacional da Saúde Pública em Helsinque, ao jornal inglês "The Guardian". "E foi isso o que fizemos", disse.

E você, leitor que ainda não faz parte do nosso programa de Qualidade de Vida (ou outro que funcione para si!), está esperando que os governos estaduais ou federal, enviem dinheiro para a sua cidade, para começar a fazer algo para ter uma “vida longa e saudável”?

Depois de ler o que atrás escrevi (mais tudo aquilo que você já sabe!), ainda precisa de mais algum motivo para fazer algo por si (e pela sua família) ?

Nenhum comentário: