domingo, 21 de setembro de 2008

Tomar banho com água quente e uma ducha fria rápida ao final

Há muitos anos que começo o meu banho de chuveiro com água quente e termino com água fria (gelada consoante a cidade onde esteja e a época do ano). Esta semana gostei muito de ler a explicação (para ler o artigo completo, escrito pelo Luiz Berto, clique aqui ) sobre, o porquê deste ritual, fazer tão bem a quem o pratica. Abaixo alguns trechos:
(...)
Técnica – Tomar um banho relativamente demorado com água quente. Ao final, tomar uma ducha fria rápida, saindo antes que o corpo comece a perder temperatura para a água fria. Embora varie de pessoa pra pessoa e também em decorrência do volume e temperatura da água, na média, essa ducha fria dura de uns 5 a 15 segundos, sendo que a idéia é tomá-la distribuindo esses poucos segundos por partes distintas de foco no corpo (uns três na cabeça, uns dois/três no peito e frente do corpo, uns três nas costas).
(...)
Propósitos Intrínsecos – O banho quente, especialmente quando se pode dar ao luxo de que seja um pouco mais demorado, tem o potencial de harmonizar os centros energéticos e gerar um estado geral de conforto e equilíbrio. A ducha fria ao final tem o propósito de fechar o corpo energético (a aura e os chacras), além de ativar a circulação periférica e fechar os poros da pele, o que aumenta a proteção energética e física de uma forma em geral.

Essa harmonização com o banho quente é indiscutível, inclusive sendo um dos fatores apontados como um dos responsáveis pelo aumento da longevidade dos ocidentais nas últimas décadas. (...)

O banho frio também é apontado e utilizado por várias pessoas como fonte de saúde. O contato com água, de uma forma em geral, é muito saudável. Quando conseguimos articular esses dois banhos, quente e frio, num só, conseguimos absorver de uma única vez os efeitos dos dois.

A ducha fria ao final do banho quente imunizará e selará o corpo no estado de harmonização e equilíbrio que foi atingido durante a primeira fase.

Não se começando diretamente com o banho frio, tem-se a vantagem de não “traumatizar” o corpo pela reação à variação de temperatura a qual ele é subitamente exposto quando fazemos esta opção de banho, pois embora essa reação de ativação possa ter seus benefícios quando realizada diretamente no começo do banho, a reação de fechamento e proteção do corpo sendo imediata pode “fechá-lo” num estado não harmônico. Há de ressaltar que os benefícios da ducha fria também são atingidos quando esta é ao final do banho.

A ducha fria ao longo de todo o banho também traz a desvantagem de propiciar perda energética do corpo, uma vez que o corpo terá um certo desgaste metabólico para manter sua temperatura homotérmica em torno dos 36º. Quanto mais prolongado for esse banho, maior será a perda.

Efeitos relacionados possíveis – Como efeitos imediatos: bem estar, harmonização, fechamento energético, ativação da circulação periférica e vivência de quebra de freqüência. Como efeito de longo prazo, após se ter adquirido essa prática como hábito: aumento da vitalidade.

Sugestão de intensidade – Diariamente.

Relação com a percepção – É algo simples cujos benefícios serão facilmente percebidos.

Requisitos Desejáveis – Ter a disponibilidade de tempo e de recursos materiais para fazer. Uma coisa a se ressaltar: embora se tenha em conta a questão de economia de água e consumo de energia, deve-se considerar no outro lado dessa balança o aumento da energia e da saúde humana, a partir dos quais o ser humano pode, pela utilização do poder da sua inteligência e capacidade de realização, gerar recursos renováveis e abundantes para si e para o meio ambiente.
(..)

Bom banho!

Abraços saudáveis,

4 comentários:

JFilipe disse...

Obrigado pela dica inusitada, irei testar isso por uns dias e postar o resultado :DDD

Anônimo disse...

Parabéns pelo blog, e adorei a matéria!

Osmar Santos disse...

Muito bom. Descobri tudo isso na prática. Ou seja, de uns tempos prá cá resolvi tomar banho quente e finalizar com uma chuveirada fria e rápida. Passei a me sentir muito bem e agora vejo na internet que tal pratica é muito boa. Eureka!!!

Adriano do Rosario disse...

Muito bom, eu comecei a fazer isso e vim buscar na internet algo à respeito e encontrei a resposta.Embora eu já ouvi falar q é muito bom p/ o pulmão,não sei se é verídico mas eu me sinto muito bem.